quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Paul Van Dyk vs. Rook Overman

Tá, gosto é algo igual a dente obturado, cada um teu o seu.

Recentemente tive a honra que ver, ouvir e pular ao som de um dos mestres (O Mestre) da Trance music, Paul Van Dyk. O alemão fez a Nox tremer.
Eu particularmente prefiro a fase antiga, das músicas quase poeticas e introspectivas dos anos 90, onde o PVD mandava ver no Chillout. (Tá, mas um batecum de vez em quando não mata ninguém)

Vagando por ai encontrei um ator que poderia mudar de profissão...

Olha primeiro a original

Paul Van Dyk - Binary Finary 1999


Agora o que o cara fez na guitarra

Rook Overman: "Binary-Finary"
Postar um comentário