quinta-feira, 17 de novembro de 2011

As externalidades de Belo Monte


Não tenho mais tempo para escrever longos textos (sorte dos poucos que ainda passam por aqui).
Mas um assunto essa semana me chamou a atenção e ainda estou tentando entender o que está acontecendo (especificamente, por que o Youtube está retirando os vídeos do "É a Gota D' Água +10").

Um movimento chamado chamado Gota D´Água, conseguiu reunir vários artistas da emissora mais odiada e amada do país, a Rede Globo é claro.

Os globais começam um vídeo em tom sarcástico, mas terminam dando uma aula oral para aqueles que não perdem tempo lendo noticias e contra-noticias. Entenda como contra-noticia um artigo escrito ou falado que rebata uma tese, ou seja, uma anti-tese.

A imprensa vem noticiando sobre a Hidroelétrica de Belo Monte há um bom tempo, mas temos que ser realista e entender que boa parte da nossa população está estasiada com os benefícios criados pelo crescimento econômico. A maior preocupação das pessoas é em comprar um carro porque não suportam o transporte público. Não leva mais que uma semana para perceberem que não suportam os engarrafamentos.

Não é novidade que a lógica humana é um prato cheio para o humor negro.

Muitos reclamam que os atores da Rede Globo poderiam fazer campanhas sobre drogas, fumo ou a cachorrinha Bibi desaparecida a duas semanas. Adoram odiar qualquer coisa criada pela TV do Plin-Plin.
E são exatamente esses "Haters" que não perdem um capitulo de novela e votam em qualquer que seja o candidato escolhido pela emissora dos Marinho.

Eu gostei da propaganda contra a Hidroelétrica de Belo Monte. Vai gerar muito mais efeito que ouvir experts, tecnocratas ou ecologistas.

Infelizmente, ninguém irá contar na TV que nosso planeta não tem saída. Que a população não irá parar de crescer, que a Hyundai irá continuar vendendo milhares de carros e que a alternativa mais viável de energia para manter tudo funcionando e de forma mais limpa é a... adivinha... Energia Nuclear.

Belo Monte tem a visão errada de um século atrás, onde devemos explorar todos os recursos e povoar cada centímetro do planeta.

Assista o vídeo e leia algumas centenas de páginas sobre o assunto, veja os documentários sobre o tema, e forme sua opinião. Esqueça quem é da Globo, de esquerda ou de direita, todos vivemos no mesmo mundo, mesmo que ele seja diferente para os mais pobres e os mais ricos.

Se você leu até aqui, você é o cidadão mediano, tem poder de passar o conhecimento, tem grana para ir ao shopping e tem inteligencia suficiente para pelo menos começar a pensar sobre o futuro e sua responsabilidade mediana.



Em um debate com gente contra e a favor, terminei por encontrar um vídeo muito interessante para quem começou a ler Raj Patel (O Valor de Nada). É fácil identificar temas e termos usados pelo ativista inglês, e que no fundo, é um duelo dos pensamentos de Karl Marx e seu (teoricamente) rival antagônico Adam Smith.

O que importa para você, que não se importa com nada, é que a maioria sempre vence.

Nos últimos anos as grandes corporações passaram a se vestir de vovózinhas, escondendo seu apetite e grandes dentes. A verdade é que nem toda grande corporação é um monstro devorador de criancinhas, e que é natural que as coisas mudem e alguns fiquem insatisfeitos com isso.

Tenho visto ideias incríveis de empresas automobilísticas, como a Renault e seu carro social. A pequena Tesla e seus carros elétricos. O que realmente devemos aprender é, aprender.

Temos que esquecer não só o modelo ultra-capitalista de consumo voraz, mas mudar o modelo de politica partidária, onde para alguém ganhar, outro tem que perder. Temos que descobrir como usar o Crowdsourcing para ouvir todos, satisfazer todos e pensar em uma solução global. Sem capitalismo, socialismo ou comunismo, temos que reconstruir nosso mundo. Que se crie um novo nome para isso, mas que seja uma ferramenta que traga a paz e a conservação dos recursos naturais.

A História das Coisas


Se você gosta de ler, o debate começou aqui, no Google+
O vídeo acima foi indicação do +Luiz Tegedor em seu blog
Outro que deu boas dicas de textos e videos sobre o tema foi o +Igor Martins
Inclusive, esse abaixo:

Povos do Xingu contra a construção de Belo Monte
Postar um comentário