quinta-feira, 4 de maio de 2006

Homem preso por engano

Agência Estado (Yahoo! News)

Governo de PE indeniza homem preso por engano

Preso injustamente durante 19 anos, por erro judicial, o ex-mecânico Marcos Mariano da Silva, de 57 anos, vai receber pensão mensal de R$ 1,2 mil do governo estadual até receber a indenização de R$ 4 milhões - corrigidos - determinada pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). O governador do Estado, Mendonça Filho (PFL), sancionará amanhã a lei que autoriza o pagamento.

Marcos Mariano foi preso acusado de homicídio, em 1976, em Cabo de Santo Agostinho, no litoral sul. Passou seis anos na prisão, até o verdadeiro assassino ser encontrado. Foi abandonado pela mulher e filhos. Depois de libertado, voltou a ser preso em 1985 porque a polícia entendeu que ele havia violado uma liberdade condicional. Ficou mais 13 anos preso no Presídio Aníbal Bruno, sem direito a defesa nem a banho de sol. Na época, perdeu a visão.

Em 1998, Mariano foi solto definitivamente, depois que o então diretor do Aníbal Bruno descobriu que ele não deveria estar preso. O ex-presidiário entrou na justiça contra o Governo de Pernambuco por danos morais e ganhou a causa. O Tribunal de Justiça estadual determinou o pagamento de R$ 2 milhões. O Estado recorreu da decisão, alegando não dispor dos recursos.

PS: 20 anos de vida... Tuberculose... Cegueira... 2 bilhões ainda seria pouco.
Postar um comentário