segunda-feira, 4 de junho de 2007

Dos Milagres - Mário Quintana

Dos Milagres

O milagre não é dar vida ao corpo extinto,
Ou luz ao cego, ou eloqüência ao mudo...
Nem mudar água pura em vinho tinto...
Milagre é acreditarem nisso tudo!

Mário Quintana



É impressionante como mesmo em um mundo seco e matemático como o atual, poesias ainda põem em prova a lógica do poeta com a chatice do cético.
Como qualquer forma de arte que merece receber o titulo de arte, essa poesia de Mário Quintana deixa aberto um mundo de interpretações.
Ver tudo por um lado lírico por si só já é uma arte. Ver os acontecimentos como fatos palpáveis e sem vida é a marca do descrente.

Acho que o Mário Quintana tinha razão, o verdadeiro milagre é a fé, acredito nisso.

Mas lembre-se como cidadão cosmopolita, acreditar em um plano de negócios ou na previsão do tempo faz parte do seu dia a dia. Só não deixe de acreditar no que não se pode ver ou tocar.
Postar um comentário