terça-feira, 10 de julho de 2007

A vida como ela é

Escrevi isso no dia 01/07/2007.
























Hoje o resultado do GP da França foi o seguinte, em primeiro Kimi Raikkonen, em segundo Felipe Massa e em terceiro Lewis Hamilton. Infelizmente não posso comentar nada sobre esse esporte, a única coisa que sei é que quem chega em primeiro ganha.

Porém existe algo a se pensar. Nesse pódio temos três personagens que poderiam estar confortáveis nas suas simples vidas de renegados da lista dos homens de sucesso.


















Primeiro lugar


Raikkonen é finlandês, e a única figura pública global que já ouvi falar que veio da Finlândia, um país gelado, mas que já era povoado há 8.500 anos antes de Cristo, só se tornou república em 1917 quando deixou de ser serviu ao império Russo.
A Nokia, líder mundial em telecomunicação móvel vem de lá, dessa terra inóspita. A Finlândia também é um dos poucos países que tem uma mulher como presidente - Tarja Halonen - foi eleita pela primeira vez em 2000, hoje está em um novo mandato que vai até 2012.

Os índices de qualidade de vida e escolaridade da Finlândia são os seguintes:

Programa Nacional de Avaliação de Estudantes - 1º entre 47 países
Transparência Internacional - Corrupção - 1º entre 146 países (Primeiro quer dizer o menos corrupto)
Índice de Desenvolvimento Humano - 13º entre 146 países

















Segundo Lugar

Ter um brasileiro entre os melhores da F1 já não é novidade. Felipe Massa, que assumiu o lugar de Rubens Barrichello na escuderia Ferrari, ficou em segundo lugar e se mantém como segundo colocado no campeonato desde ano.
Massa tem um histórico nas chamadas categorias de base, foi campeão na F-Chevrolet brasileira em 1999, da F-Renault italiana em 2000 e da F-3000 européia em 2001. Esteve na Sauber em 2002, 2004 e 2005 e na temporada intermediária foi piloto de testes da Ferrari.
Esse ano Massa ficou em primeiro nos GPs de Bahrein, Espanha e França, subiu ao pódio mais duas vezes: GP de Mônaco e dos Estados Unidos.




















Terceiro Lugar

Lewis Hamilton é britânico, mas não um britânico de cara branca, ele é negro. O primeiro negro a pilotar no circuito de Formula 1. Hamilton competiu em 2005 na Formula 3 européia, se consagrando vencedor do campeonato. Em 2006 participou da categoria GP2, e em 2007 finalmente chegou a F1 patrocinado pela McLaren, tendo Fernando Alonso como parceiro.
Das oito corridas realizadas até agora, ele ficou por duas vezes em primeiro lugar, quatro em segundo e duas em terceiro. Os avós de Hamilton migraram para a Inglaterra por volta de 1950, eram de Granada. O pai dessa nova revelação mundial da F1 teve que se manter em 3 empregos para sustentar o aprendizado de Hamilton no Kart, isso quando era só um garoto de 8 anos.
O que esses três têm em comum?

O que esse Finlandês (foi para a Inglaterra aos 19 anos), brasileiro e inglês tem em comum?

Além da paixão pelos carros, muita coisa deles são parecidas, como:
Começaram a pilotar Kart aos 8 anos de idade;
Eram apoiados pela família no que faziam;
Não ligaram para os preconceitos (finlandês, brasileiro e negro);
Receberam educação de qualidade (Ninguém chega ao topo da F1 sendo um semi-analfabeto);
E o principal, eles lutam para ser o melhor no que fazem e amam o que fazem!

Resumindo

• Se você ouvir as vozes negativas que surgem durante a vida, você nunca será bom em nada.

• Limites são feitos para serem rompidos, e nada impede qualquer humano de quebrar barreiras. Claro, superar limites não é fácil, assim as competições não existiriam.

• Ter pessoas ao seu lado que tragam apoio e força é o único caminho de executar um plano vitorioso.
Agora, se você nasceu pobre, ninguém te apóia, jamais vai pilotar um Kart ou qualquer maquina que não seja um aparador de grama... Meu amigo, tenha certeza, você não será só um campeão se chegar ao pódio, será um Deus se conseguir pelo menos ter uma vida digna.
Agora, se você já chegou a vida digna, imagine todos os outros que ficaram para trás e não conseguem subir nem um degrau dessa escada!

Os grandes vencedores do futuro serão os homens que conseguirem salvar toda essa massa que vem se tornando cada vez mais combustível para os que estão no confortável topo da pirâmide.

Que Deus nos ajude!
Postar um comentário