segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Al Gore - Nobel da Paz














O quase presidente americano e ex-vice-presidente no mandato Clint, o eco-político Al Gore recebeu o premio Nobel da Paz desse ano. Além de merecido, é mais um troféu para esse senhor que vem lutando para mostrar alternativas a nossa cultura de devastação.
O presidente americano Bush declarou-se feliz pela conquista do concorrente político e o seu ex-padrão o ex-presidente Bill Clinton disse estar "excitado por este bem - merecido reconhecimento".

O EUA poderiam ter hoje o Al Gore no trono da Casa Branca, mas sinceramente, acredito que não teríamos um movimento realmente sério se isso tivesse acontecido. Gore teve tempo para rodar o mundo exibindo seu documentário “Uma verdade Inconveniente”, unir cérebros e criar o entorno político para as próximas gerações.

Sim senhores, eu apoio alguns políticos sim, e principalmente os que não são populistas de feira-livres. Al Gore é um bom marketeiro de si mesmo, mas tem conhecimento de causa, mostrou-se maduro e um homem sábio no poder e na derrota.

A saída para o Brasil e o mundo não está em golpes ou guerras civis, precisamos de lideres, tanto quando uma família precisa de uma mãe e um pai. O problema é que em países democráticos podemos escolher quem vai mandar na casa, mas nesse caso, os filhos que elegem o chefe, parecem que gostam de ser filhos da puta.

[Perdão, esses últimos dias tenho exagerado nos palavrões, mas não consigo viver sem falar o que penso]
Postar um comentário