segunda-feira, 17 de março de 2008

Zeitgest

Sempre buscando ferramentas de choque em massa, que possam abrir os olhos de uma parte maior da população, eis que descubro um vídeo que esta bombando na internet.

Senhoras e senhores, não vejam isso se seus cérebros forem do tamanho de um amendoim, ou já tão afetado que não tem como entender nada superior a Gugu Liberato ou Fausto Silva (Esse é um quadro já irreversível, sou contra o suicídio, mas... ).

Zeitgest é um serviço do Google que relaciona as palavras mais procuradas na web, também é o ultimo disco do Smashing Pumpkins (Que é Du caralho! – Desculpem, eu me empolgo), mas... Zeitgest (pronunciasse " tsa͡ɪtga͡ɪst "), vem do alemão, é traduzido como "espírito" (Geist) "do tempo" (Zeit), descreve o clima cultural e intelectual de uma era, ou como um período de avanços tecnológicos ou culturais, esse é o título do documentário produzido por Peter Joseph, que é totalmente desconhecido para mim, e acho que para o universo.

O documentário é partido em três, onde se abordam: Religião, política e dominação global.
Minha primeira impressão era de que se tratava de mais um desses contos do tipo “O Segredo”, ou alguma balela semelhante.


















O filme já começa tratando de um assunto pra lá de polêmico, que é a origem do cristianismo e provando que Jesus mesmo existindo não é nada mais que um humano, mas que por interesses políticos e financeiros virou um ícone e herói descrito em um livro chamado Bíblia, que (como mostra o documentário) é um apanhado de várias lendas e religiões anteriores a ela.
Depois desse primeiro chute no estomago da sociedade ocidental e européia (As que têm mais dinheiro), é hora de desmascarar o 11/9. Quem tem mais de 50 de QI já sabia que tudo aquilo estava muito mal contato. Eis que muitos agora irão coçar a cabeça é se perguntar... –Ué? Bush matou mais de 3.000 americanos só para começar uma guerra?

O filme mostra que essa não foi a primeira vez que as coisas são manipuladas.
Para completar o sentido desse quadro diabólico (Ops! Diabo não existe), é explicado como funciona o sistema bancário e emissão de moeda (moeda quer dizer dinheiro, seu aluno de terceira série do primeiro grau).

Não posso me nomear como ateu, mas não gosto de religiões, mesmo sabendo que elas ajudam muitas pessoas que precisam de uma coluna onde segurar-se. A luta pela dominação global ou a nova guerra fria já vem rolando há um tempo, o clima mundial de hoje é muito parecido com o inicio do século XX, e não deve tardar a começarem os grandes conflitos.

O Jornalista Heródoto Barbeiro em seu livro "Relatório da CIA - Como será o mundo em 2020" já mostra esse quadro, e para onde as coisas caminham, ou seja, China e Índia na luta pela dominação, e os EUA na luta para manter seu sistema de alienação.

Mesmo para quem não é expert em finanças (como eu), é impossível não ficar chocado como o país mais poderoso do mundo é ao mesmo tempo o maior devedor, e a um volume simplesmente impagável. Os EUA são uma ENRON de proporções gigantescas, e que cedo ou tarde irá ser desmascarada (Para o grande público, porque aqueles que entendem o mínimo sobre lógica financeira sabem que a America dourada já vem perdendo seu brilho há décadas).

Só no final do filme é que a coisa complica, vem aquela historia de que os grandes irmãos estão de mãos dadas para dominar o mundo, e os lesos, retardados e comedores de Big Macs terão um chip implantado no corpo. Como a tecnologia aqui no Brasil é meio devagar, quase parando... Imaginei que esse chip deve ser do tamanho de uma mortadela... É os americanso implantando seus chips subcutâneos e aqui o pessoal enfiando uma mortadela... bem... vocês são criativos suficiente para imaginar por onde o chip será implantado (Lutarei até a morte, mas Big Brother nenhum vai enfiar nada no meu rabo – Desculpem mais uma vez, eu ainda estou revoltado aqui com Bush por ter matado os 3.000 inocentes das torres gêmeas – Que grande filho da puta rapaz....).

Chip subCUtâneo dos gringos


Molde do chip Brasileiro (Isso vai doer...)




Em uma proporção menor e mais desorganizada temos o Zeitgeist nacional, o Lula com suas parcerias e elucubrações pelo domínio do poder.

Outro pessoal que não está perdendo tempo são as igrejas evangélicas. E isso me lembrou uma matéria que vi na Rede TV hoje, criticando uma novela da globo onde evangélicos ensandecidos saem linchando “pecadores” mundo afora.

Não precisa taxar de evangélico, o correto é chamar esses loucos de Fanáticos, e isso tem em todas as religiões.
O filme é um grande alerta. Você está sendo manipulado, e prefere acreditar que o mundo está uma maravilha, já que temos três novos modelos de vídeo games no mercado e que carro agora se paga em 8 anos. Desculpe amigo, mas você é um idiota. Saia dessa Matrix e olhe as coisas por cima, felicidade não é cheiro de cartão de credito novo.

Otimo filme! Recomendo.
Baixei do site oficial, e não achei uma legenda correta... tive que ficar ajustando o “time” e foi chato... mas valeu a pena.

Antes do documentário, assisti “The Mist” baseado em uma novela do Stephen King, e adivinha... o enredo do filme é lotado de críticas ao Big Brother e ao fanatismo religioso. Porém, no final, fica a mensagem... Temos que ter fé! Temos que ter um Deus maior.

E mesmo que eu não acredite nas religiões ou na Bíblia, acredito na fé, na magia da vida e no amor, e ai sim, dá para sentir Deus bem aqui do meu lado, ele existe, mesmo não tendo como provar... Lembrei de Contato...


Escrevi ao som de Hello waveforms, álbum do produtor/DJ Willian Orbit... Som ideal para ver um chip sendo implantado em você :)
Postar um comentário