domingo, 1 de janeiro de 2012

O melhor de 2011

Não foi um documentário.
Não foi uma reportagem sobre as tragédias que ocorreram em 2011.
Não foi algo que aconteceu com minha família ou comigo mesmo.
O que mais me marcou em 2011 foi uma matéria do programa do Faustão, no dia 25/12/2011. Fiquei pequeno, envergonhado. Ainda mais, porque eu sempre gostava das reportagens do Marco Uchôa.

O mundo será melhor quando tomarmos consciência de que não sabemos quando será nosso ultimo dia na terra, ou quando iremos trocar de lugar e cair na lama.

Os brasileiros gastaram R$ 549.326.718,00 jogando na megasena de final de ano. No lugar de sonhar em ser rico e poderoso, deveríamos aprender a distribuir/compartilhar, todos sairíamos ganhando.


História de emoção: Cleide encontra família que ajuda há 15 anos   



Graças a essa matéria, encontrei um blog muito legal, o Open Your Mind, que tem um post falando da vida e do livro "Tantos dias - memórias de uma luta pela vida" do Marco Uchôa.

Não entendam tudo isso como uma retórica caramelada. O que move o mundo é o dinheiro, mas já está na hora de mudarmos os conceitos atuais, de consumo e distribuição. Isso não é ser bonzinho, é apenas a coisa certa a se fazer.

O texto Em 2012 Faça Negócios com 20 Pequenas Empresas Todos os Meses!  do site Bizrevolution é uma sugestão bem interessante.

.
Postar um comentário