quinta-feira, 25 de janeiro de 2007

Será que um dia você...















já se perguntou por quê acorda, lava o rosto, toma seu café matinal, vai ao trabalho, almoça no mesmo rancho diariamente e no final do dia chega em casa exausto por mais um dia de vida dura?

A única certeza que existe na sua mente é que de segunda a sexta (ou sábado) todos os dias serão exatamente iguais. Sua vida baseasse em ganhar dinheiro e gastar dinheiro. Acordar, comer e dormir. Você nunca se sentiu estúpido e abatido por ter uma existência tão ridícula?

O curioso é que a grande maioria leva a vida assim, com uma precisão fantástica e tediosa. Mas ainda existem seres que conseguem tornar isso ainda pior... São aqueles que reclamam de tudo, vêem problemas em tudo, e que sempre conseguem ver um lado negativo nas coisas mais normais do dia a dia.

Uns até lutam para mudar seu destino de simples ser estúpido e robotizado. Mas continuam achando que vida boa é aquela do chefe, do apresentador de TV ou de alguma figura ilustre das revistas de fofoca... Assim, mais uma vez, voltasse ao ciclo do marasmo e aquela vida chata.

Você jamais teria coragem de jogar tudo para o alto e vagar pelo mundo com uma mochila nas costas, e se ouve falar de alguém que teve coragem de tal façanha logo chama o sujeito de louco. Imagina então abandonar uma faculdade para ser voluntário de alguma ONG... Virar criador de cães e morar em um sítio, ou simplesmente pedir demissão do cargo de presidente de uma multinacional para ser cozinheiro do seu próprio restaurante...

O que dá mais pena, é que você tem todos os dias à chance de mudar sua vida, mas continua vendo apenas as amarguras do seu dia melancólico.

As pessoas deveriam pular todas as manhãs em comemoração a vida, afinal você recebeu mais um dia repleto de oportunidades. Ao deitar a noite, deveríamos não pedir mais benefícios aos céus... O correto seria agradecer pelo milagre de chegarmos a mais um final de dia, e poder recarregar as forças e começar tudo novamente... Adoro saber que posso mudar tudo, basta acordar e começar.
Postar um comentário