sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Mercado de Trabalho, Trabalho de Mercado...


Saudades do bom e velho capitalismo das oportunidades…

AH! Você pensava que eu era vegetariano, partidário do PSTU e ativista socialista?
Tá louco?
Eu preciso pagar as contas...

Bem, mas no regime global atual, o que vale é o “sistema”, e há cada dia é mais difícil implementar suas idéias.

Surfei como louco no mundo efervescente da tecnologia por muito tempo, mas para falar a verdade... Eu não deveria ter parado de desenhar...
Sou muito escrachado para andar de terno...
Sou muito anarquista para viver lento pautas e memorandos...

Mas... Cara, eu só quero fazer o meu bem feito!
Deus me fez perfeccionista por algum motivo porra!

Tá, vem você ai com esse papo de Inteligência Emocional...
Ai eu lhe pergunto... Quantos CEOs você conheceu na sua vida? Quantas figuras publicas e famosas que você vê na TV você já teve na sua frente trocando figurinhas?
Quantas vezes você se reuniu com os “mestres do universo” da internet no Brasil?

Conheci muitos desses, já dei voltas em Mercedez e BMW, já usei varias vezes o elevador do World Trade Center em SP (Onde podem ser vistos 2 vasos Mings no saguão, e um Office Boy ganha mais que um chefe de setor no NE).

O Nokia N95 que você sonha hoje eu já tinha visto há 7 anos atrás (Era o N73), TV no celular? Vi isso funcionando nessa mesma época. Cinema Digital? Não tem no Brasil? É, mas os conceitos e tecnologia já estudo há 9 anos.

Só Deus sabe quantos problemas complexos resolvi em uma simples conversa de 20 minutos.

E sabe, você pode dizer que me faltou Inteligência Emocional, mas se você tivesse conhecido metade dos poderosos que passaram pelo meu caminho, você iria repensar essas teses sobre relacionamento humano.

Amo as pessoas. Até muitos filhos da puta que me sacanearam eu não teria coragem de pisar na mão quando estivessem no penhasco ligados a vida por 3 dedos (Hummm... Hummm... Uma bota militar... hummm... Hasta La vista, baby!)


Durante esses 20 anos que trabalho como louco, vi verdadeiros “chefes”.

O primeiro guru que conheci era um dono de mercadinho, uma história que merece um post inteiro. Outro mestre foi um cara de um olho só, que dirigia em velocidade de cruzeiro a 170km/h, devia ter 1,50m de altura, bravo como o cão. Dava grito em qualquer um, a qualquer hora e lugar, mas seu coração era dezenas de vezes maior que o seu tamanho.

Até reunião de um dono de franquia Mac Donalds eu presenciei... O cara tinha menos de 40 anos, e falava com os funcionários como um pai para com os filhos.

Vi homens de ternos azuis e sapatos de milhares de reais que eram verdadeiros cavalos chucros, gritavam e davam muros na mesa. No fundo, eram professores, e alguns faziam um tipo de encenação para ganhar respeito. Outros eram calados e falavam baixinho, cativavam com charme e sabedoria.

Boa parte desses senhores que admirei (ou admiro) não decolaram, alguns até afundaram.

Infelizmente o sucesso profissional/financeiro tem um fator que é indisponível nas faculdades ou cursos, a sorte.
Os tolos tendem a parafrasear temas como: “A minha sorte eu construo”.
Amarga ilusão.
Se pudesse dividir os homens e mulheres de sucesso (profissional) que conheci entre, pessoas de bom caráter e demônios captadores de almas, a proporção dos “gente boa” seria bem pequena.

Mas isso não é motivo de desânimo...

Conheci uma senhora que usava jóias pelo corpo (coisa da cultura Árabe), tinha um cartão do Citybank de NY que abre até as portas do purgatório. Ela tinha uma favela no seu quintal. Colhia qualquer um coitado que visse jogado na rua. Sua mesa de refeições era do tamanho de um estádio de futebol (Menos...), e ela própria fazia questão de preparar um lanche para qualquer um que adentrasse na sua casa.

Outra senhora fantástica chegou a ser minha sócia em uma lojinha de CD’s. Ela e seu jeito hippie, com seus filhos calmos e educados, sua casa de tijolo, concreto e madeira (a casa mais linda que já vi até hoje). Uma pessoa de uma calma celestial. As poucas vezes que vi alguém desafiá-la (claro, existe gente do mau), ela não usava porra de Inteligência Emocional, ou colocava o sujeito no chão só nas palavras, ou puxava o talão de cheques.

Outro sujeito, foi meu chefe por 4 anos. A primeira vez que falei com ele foi em um telefonema. Estava a ponto de vender um projeto... Digamos... De muitos $$$:

_Alô, Marcos? Aqui é Fulana, secretária do Fulano... Fulano vai falar...
_Oi Marcos, tudo bem?
_Sim!
_Sobre essa venda... Você sabe que isso é muito dinheiro. Tem certeza que tudo isso vai funcionar? (Eu estava vendendo uma solução que envolvia mais de 16 tecnologias diferentes, dessas, a empresa só tinha domínio de 2)
_Sim, vai dar tudo certo!
_Ok, boa sorte!

Foi o telefonema mais absurdo da minha vida. Aquilo era mais surreal do que receber uma ligação da Milla Jovovich falando que queria dar pra mim. (Em 30 segundos o cara me deu um credito de alguns milhões... E tem nego hoje em dia que fica surpreso quando eu só dou a ordem e nem vou ver como o cara tá montando um PC de R$ 20 mil). A melhor coisa que aprendi, é que quando você confia e dá credito, as chances de dar errado são quase nulas.

Esse jovem senhor, colocou sua empresa no TOP das empresas de TI do país, passando na frente de gente como IBM. Alguns anos depois a empresa afundou.
O curioso é ver gente de nadou na grana nos tempos áureos e depois da quebra começam a apontar erros do chefe. (Normalmente esses são os babões e falsos dos tempos de bonança, e são os primeiros a bularem do barco.)

Resumindo, ter bom caráter, ser gentil, ser realista e falar palavras duras, que podem fazer um funcionário sair tremendo, estão no currículo dos bons administradores.

Sonhadores podem ser só loucos, podem ser só idiotas, podem ser você, eu...

Mas sucesso, é algo que depende de você sim! Mas a sorte é o fator intangível que vai guiar sua vida!

E se você acredita que Inteligência Emocional é tudo, ok, se enfurne em um setor de RH, fique sorrindo o dia inteiro. Uma das pessoas que mais me ensinou, foi uma chefe de RH. Ela era uma verdadeira cascavel. Achava melhor ser rude, e fazer com que todos a odiassem.
Eu sou um dos poucos que conheciam o que ela sentia quando demitia alguém.
Essa jovem mulher morreu do coração antes dos 50 anos. Lutou por muita gente que a odiava.
E não me demitiu quando rasguei meu primeiro salário na cara dela. :)

Se você tem um amigo no trabalho ou fora dele, que é perfeccionista, fiel, honesto, mas não tem vergonha de lhe dar uns gritos, ou falar que você tá fazendo merda...
Então fique sabendo...
Existem outros chatos como esse cara.
Alguns deles construíram o mundo da tecnologia de hoje. Eles dão oportunidade a bêbados, loucos e fracassados, por eles realmente sabem o que é Inteligência Emocional.
Agora, esse papo de Recursos Humanos que só falam merda, selecionam os mais mauricinhos e os que têm cursos e canudos... Isso funciona para as formigas, junte-se as cigarras. (Se você entrar nessa e tu for formiga, tá fudido!)

Mas não fique muito feliz, a segunda maior empresa de software do mundo é a Oracle, guiada pelo seu fundador, Larry Ellison. Um cara muito longe do que eu chamaria de “gente boa”.
O líder mundial em processadores é a INTEL, e não costuma agir da forma mais limpa com seus concorrentes. E têm outras tantas.

Minha decisão está tomada, ou tudo ou nada!
E quer saber, estou às portas de criar novos amigos, novos negócios, e quem sabe um dia novos mercados.
Não perdi meu tempo, só adquiri conhecimento, e o melhor é aprender a ver os erros, não só meus, mas principalmente dos outros.

No fundo, só o tempo é capaz de julgar.
E o legal é se divertir nessa estrada... Cheia de curvas e buracos, eu sei. Mas quem quer calmaria vai ser funcionário público ou dentista de idosos.

Descoberta do dia: Love Like Fire
Uma bandinha de San Francisco. A beira de acabar com tudo... Entra um sujeito novo, esquenta os animos e tá ai... mais uma banda desconhecida :)
A vocalista tem uma voz... quase horrível e destoante... E é muito legal :)
As letras... Hahahahah!
Aconselho você a não usar a frase: "Quero morrer sendo seu amigo"
Essa japinha é do mau :)

lovelikefire "wish you dead"



Para quem ficou orfão do The Gathering:

Agua de Annique bij Desmet live -Sunken Soldiers Ball-
Postar um comentário