quinta-feira, 10 de julho de 2008

Eu me rendo!

Senhoras e senhores,
Eu me rendo!
Cansei!

Uma senhora sem querer me abriu os olhos:
"Quando você entra em um órgão público e diz ser honesto, quer fazer a coisa certa, que não dá suborno a ninguém, que o sistema está errado, você está ofendendo 90% dos que estão ali."

(Essa senhora trabalha em uma grande empresa de pesquisa, lida com muita gente poderosa, e já trabalhou com vários políticos. É uma pessoa competente, mas nunca passou por uma seleção de RH. Ela está 100% inserida no sistema. Só tenho a agradecer a ela por me fazer ver o que era obvio).

Acabo de me render, e descobri que estamos em guerra.
Onde não existem lados.
Só existem vivos e mortos.
Onde só existem os otários (eu), os sobreviventes (a massa e o jeitinho brasileiro) e os ganhadores (políticos, empresários escrotos e uma tonelada de pretendentes a empregos públicos, mordomias e roubalheiras).

Eu entrei sem querer nessa guerra, e estou perdendo, na verdade, já não tenho munição.
Eu me rendo.
Mas ainda estou vivo, e tenho outras vidas que dependem de mim.
A única alternativa é lutar para tira o máximo de pessoas desse campo, e dar esperanças para quem pode sair desse atoleiro de lama.

Estou exagerando?
Então leia esse livro: “A cabeça do brasileiro”

Claro, o livro é só mais uma ferramenta de gerar dinheiro para o bolso de alguém que também está inserido no sistema, já que ele imita a tendência mundial de criar livros baseados em pesquisas. E quem entende o mínimo de psicologia e pesquisas, sabe que as amostras usadas para dar origem ao livro são absurdamente pequenas. Todavia, concordo com boa parte do trabalho, que mostra que o brasileiro é safado, escroto e só está na fila esperando sua vez de colocar o dele no bolso, e foda-se o resto...

Estamos a beira de mais um ciclo de desordem financeiro no mundo (Pode ser amanhã ou daqui a 2 anos), mas todos os mais instruídos sabem que os EUA estão fadados a queda. Não precisa ser gênio em contabilidade, ou expert em ações. Os Estados Unidos é considerado inimigo de todos, e todos o odeiam, eles mesmo se odeiam.
O mundo seguiu as regras do capitalismo, funcionou relativamente bem, até meados dos anos 60.
O mais curioso é que a coisa começou a ficar feia quando se iniciou uma “real” distribuição de dinheiro pelo mundo.

Mas eu me rendi a tudo isso. Só tenho que me manter vivo.
Pelo menos agora irei ter mais tempo para apreciar a grande tragédia, ver de camarote a Divina Comédia.
Eu até tento ser mais popular, e me alienar com noticias de “portais de informação”, ai vejo essas coisas lindas:

Ministro Gilmar Mendes manda soltar Daniel Dantas (Acusado de vários crimes, onde boa parte deles daria no mínimo 30 anos de cadeia em qualquer lugar do mundo)

Só para lembrar, aqui no blog já falei de um senhor que passou 19 anos na cadeia sendo inocente, uma mulher foi para cadeia por roubar uma margarina, e pessoas vivem sem energia elétrica por vontade de um senhor de engenho.

Mas o coitadinho do Daniel Dantas e do Naji Nahas iriam sofrer muito na cadeia especial da PF, então o ocupado e insone Ministro Gilmar Mendes, assinou a papelada durante a madrugada, para soltar os “empresários”.

Mas não tem só noticia de policia no Portais, tem essas:

Melão e Moranguinho tomam drinques no Leblon e voltam para casa de táxi

Claudia Leitte anuncia gravidez na Câmara Municipal de Salvador

Mas você está ai, com seu maravilhoso emprego, seguro de que tudo isso só está ali na TV, que nada lhe afeta... Ou pior, você só quer curtir e foda-se o universo...

Ok, eu me rendi.
Trás uma cerveja ai e bota creu para tocar.
Eu me rendi.
Eu morri. E você nem sabe, mas você também.


Postar um comentário